24maio
Por: Brasil de Joelhos Postado: maio 24, 2012 Em: artigos, assuntos atuais Comentários: 0

O compartilhamento de características na adoração

Na adoração falsa a ídolos a pessoa adquire as características deles. “Os ídolos deles são prata e ouro, obras de mãos humanas. Têm boca, mas não são capazes de falar, olhos mas não podem ver; têm ouvidos, mas não conseguem ouvir; nariz, mas não possuem olfato. Suas mãos não apalpam; seus pés não caminham; som nenhum emite sua garganta. Sejam como eles quem os fabrica e todos os que neles depositam confiança!” (Sl 115:4-8).

“Os que modelam ídolos nada são, as suas obras de arte e objetos preciosos não podem lhes trazer nenhum proveito! Tudo isso é vão! As suas testemunhas nada veem e nada sabem, a fim de que sejam humilhados por seus próprios feitos. Quem é que esculpe ou modela um deus e funde uma imagem, que nada lhe serve? Com certeza, todos os seus companheiros e devotos serão envergonhados, bem como os seus artífices, que não passam de seres humanos. Reúnam-se todos eles e apresentem-se; todos eles se encherão de espanto e de humilhação! O ferreiro toma uma ferramenta e trabalha com ela nas brasas; modela com arte um ídolo mediante hábeis marteladas, forja-o com o poder do seu próprio braço. Ele sente fome e perde a força; passa sede e desfalece. O artífice em madeira estende o cordel e, com o lápis, esboça uma imagem; alisa-a com plaina, marca com o compasso e faz à semelhança e beleza de um homem, que passa morar em uma casa. Um homem corta para si cedros, toma um cipreste ou um carvalho, fazendo escolha entre as árvores do bosque; planta um pinheiro e a chuva o faz crescer. Tais árvores servem ao homem para queimar: com parte de sua madeira se aquenta e coze o pão; e também faz um deus e se prostra diante dele, esculpe uma imagem e se ajoelha diante dela. Ele queima a metade da madeira no fogo e com isso prepara a carne para comer; faz um assado e dele se farta; depois se aquece e exclama: “Ah! Já me aqueci, já experimentei o calor e de tudo quanto essa madeira poderia me oferecer. Então com o resto faz um deus para si, uma imagem de escultura. Ajoelha-se diante dela, prostra-se e dirigi-lhe suas súplicas em oração: “Ó Salva-me, pois tu és meu deus!”. ” (Is 44:9-17).

Na adoração verdadeira a Deus nós adquirimos Sua imagem, graça e Poder. “Mas todos nós, que com a face descoberta contemplamos, como por meio de um material espelhado, a glória do Senhor, conforme a sua imagem estamos sendo transformados com glória crescente, na mesma imagem que vem do Senhor, que é o Espírito. O apóstolo é fiel ao ministério. ” ( II Co 3:18);

“Tudo isso é para o vosso benefício, para que a graça, que está alcançando mais e mais pessoas, faça transbordar as muitas ações de graça para a glória de Deus. O motivo e efeito das aflições. ” ( II Co 4:15);

“Sendo fortalecidos com todo o poder, segundo a maravilhosa força da Sua glória, para que, com alegria tenhais absoluta constância e firmeza de ânimo. “ (Cl 1:11).

A adoração engloba todo o nosso ser

A adoração é íntima e individual. É no espírito, deve fluir para alma e depois ter consequências significativas no corpo. “Mas a hora está chegando, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai, em espírito e em verdade; pois são esses que o Pai procura para seus adoradores. “  (Jo 4:23);

“Que o próprio Deus da paz vos santifique integralmente. Que todo o vosso espírito, alma e corpo sejam mantidos irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Aquele que vos chama é fiel, e Ele também o fará. Pedido de oração e saudação final. “ (I Tess 5:23);

“Portanto, caros irmãos, rogo-vos pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto espiritual. 2E não vos amoldeis ao sistema deste mundo, mas sede transformados pela renovação das vossas mentes, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Como servir por meio dos dons. “ (Rm 12:1).

As emoções participam da adoração, a Palavra PROSKUNEO, “Beijar”, mostra que deve haver emoção, a sua manifestação mostra que a alma está inserida nessa adoração feita pelo nosso espírito.

Nos somos o templo

No velho testamento adoração ao único Deus era oferecida no tabernáculo, e no templo, pelos sacerdotes e levitas. “Então o SENHOR Deus disse a Moisés: 2“Fala a Arão; tu lhe dirás: ‘Quando colocares as lâmpadas, será de tal maneira que as sete lâmpadas iluminem a parte dianteira do candelabro.’” 3E Arão procedeu deste modo: colocou as lamparinas de forma que iluminassem o espaço em frente do candelabro, conforme Yahweh havia ordenado a Moisés. 4O candelabro era moldado em ouro batido, do pedestal às imagens das flores que o ornavam, tudo em conformidade com o próprio modelo que o SENHOR havia revelado a Moisés. ” (Nm 8:1-4);

“Mesmo os sacerdotes que se aproximarem de Yahweh devem santificar-se, para que Yahweh não os fira de morte! “ (Êx 19:22);

“Ora, todo sacerdote se apresenta dia após dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar pecados. “ (Hb 10:11)

No Novo Testamento a adoração vem do templo que agora somos nós, através do Espírito Santo. “E, se o Espírito daquele que ressuscitou dos mortos a Jesus habita em vós, aquele que ressuscitou dos mortos a Cristo Jesus igualmente vos dará vida a seus corpos mortais, por intermédio do seu Espírito que habita em vós. “ (Rm 8:11);

“Não sabeis que sois santuário de Deus e que o seu Espírito habita em vós? “ (I Co 3:16);

“E que Cristo habite por meio da fé em vosso coração, a fim de que arraigados e fundamentados em amor, vos seja possível, em união com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade dessa fraternidade, e, assim, entender o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que sejais preenchidos de toda a plenitude de Deus. “ (Ef. 3:17-19);

“Porquanto, todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Pois vós não recebestes um espírito que vos escravize para andardes, uma vez mais, atemorizados, mas recebestes o Espírito que os adota como filhos, por intermédio do qual podemos clamar: “Abba, Pai! ” O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Se somos filhos, então, também somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se realmente participamos dos seus sofrimentos para que, da mesma maneira, participemos da sua glória. O sofrimento e a glória futura. “ (Rm 8:14-17)

Conclusão

A adoração não depende de um local físico. Nem muito menos ela é verdadeira quando é dada a um deus desconhecido, mas é algo íntimo, precioso e principalmente satisfatório – Nos completa como criaturas de Deus!

“Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta. Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me, a hora vem, em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos; porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. Replicou-lhe a mulher: Eu sei que vem o Messias (que se chama o Cristo); quando ele vier há de nos anunciar todas as coisas. Disse-lhe Jesus: Eu o sou, eu que falo contigo. “ (Jo 4:19-26);

“Pois, caminhando pela cidade, observei cautelosamente seus objetos de adoração e encontrei até um altar com a seguinte inscrição: AO DEUS DESCONHECIDO. Ora, pois é exatamente este a quem cultuais em vossa ignorância, que eu passo a vos apresentar. O Deus que criou o Universo e tudo o que nele existe é o Senhor dos céus e da terra, e não habita em santuários produzidos por mãos humanas. Ele também não é servido pelas mãos dos homens, como se precisasse de algo, porquanto Ele mesmo concede a todos a vida, o fôlego e supre todas as nossas demais necessidades. “ (atos 17:23-25)

Olavo Matos

Trackback URL: http://brasildejoelhos.org/bj/adoracao/trackback/