09fev
Por: Brasil de Joelhos Postado: fevereiro 09, 2017 Em: Documentos, Recursos Comentários: 0

A vida é um direito garantido por lei. O direito à vida é o mais importante e o mais discutido dentre todos os direitos previstos na Bíblia, enquanto Palavra de Deus, e recepcionada pela Constituição Federal e o Código Civil Brasileiro.

A vida humana é o princípio mais importante existente em nossa Constituição, tornando-se um direito imprescindível ao cidadão. Tal direito se afirma, ainda, no princípio constitucional da dignidade da pessoa humana.

Na Constituição Federal de 1988, no artigo 5o , caput, observa-se o direito à vida a todos os brasileiros e estrangeiros residentes no Brasil:

“Art. 5o. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade”.

O direito à vida não é somente viver, mas, sim, viver com dignidade, com o mínimo de cidadania, com qualidade de vida, liberdade, prazer, alegria, integridade moral e física, entre muitos outros.

Na qualidade de um dos representantes da Igreja brasileira, enquanto seguidora de Jesus Cristo e parte do Seu Corpo; diante do momento atual em que as forças organizadas do crime e da violência manifestam seu desprezo pela vida humana, seu desrespeito pelas leis, agindo contra a santidade da vida e cerceando a liberdade constitucional de ir e vir nas cidades, o CONSELHO APOSTÓLICO BRASILEIRO – CAB, vem a público se MANIFESTAR contra toda e qualquer prática de violência e derramamento de sangue que ora ocorre no Estado do Espirito Santo, registrando até o momento mais de 50 mortes, em dois dias, conforme afirma a mídia.

Além disso, foram registradas 37 tentativas de homicídios e, segundo informações do Sindicato dos Policiais Civis, aconteceram 52 mortes desde a madrugada do último sábado (04/02/2017). Recentemente, também, cidades como Manaus-AM e Natal-RN passaram pelo mesmo quadro de terror e morte, tanto dentro, quanto fora dos presídios.

Quando Deus criou o mundo e a vida, criou primeiramente a vida vegetal, depois a animal, e nessa vida Ele criou os seres humanos, para que o habitassem até os dias atuais, de forma digna e saudável.

Por sua doutrina, regra de fé e prática, quanto à valorização da VIDA, a Igreja Evangélica do Brasil, instituição da qual faz parte o CONSELHO APOSTÓLICO BRASILEIRO – CAB, crê assim, e por isso apresenta o presente MANIFESTO contra esse quadro avassalador.

A sociedade vem questionando: Aonde estão os que protegem ao próximo? Por que não estamos trabalhando por ruas e estradas mais seguras? Onde estão os “sentinelas” que deveriam vigiar as cidades?

A sociedade está clamando: Por um judiciário que julgue retamente e um Estado que puna severamente todos aqueles que cometem crimes! Que sejam libertos os que, injustamente, permanecem encarcerados pela ineficiência de um sistema jurídico e prisional ultrapassado! Que haja segurança nas ruas, escolas, praças e cidades! Que nossas fronteiras sejam constantemente vigiadas de forma a impedir o ingresso de fatores multiplicadores de violência, como armas e drogas!

Se não respondermos a essas questões, vamos ter mais assassinatos e violência. Estaremos dizendo, na prática, que a vida humana não tem mais valor.

Através deste MANIFESTO estamos vindo, publicamente, cobrar dos órgãos da sociedade civil organizada e do Estado, uma atitude inadiável que trate das causas dessa situação, promovendo ações práticas na equação, não somente de suas consequências, como na apresentação de soluções a curto, médio e longo prazo, nas áreas de segurança pública e ordenamento no restabelecer da ordem nos presídios e demais áreas da sociedade.

Se for tomada agora mesmo uma nova direção e nos comprometermos com novos valores que pacificam, restaurando ainda princípios de moral e civismo que se perderam nos últimos anos, poderemos, sim, ver esta situação completamente mudada para que se preserve as instituições, a VIDA e a FAMÍLIA no Brasil.

Convocamos a Igreja brasileira, bem como a sociedade civil, a assinar o presente MANIFESTO, de forma a nos posicionar, exigindo uma tomada de atitude por parte de nossos governantes.

CONSELHO APOSTÓLICO BRASILEIRO

Brasília – DF, 07 de fevereiro de 2017.

Trackback URL: http://brasildejoelhos.org/bj/manifesto-contra-o-massacre-de-pessoas-e-pela-vida/trackback/