30nov
Por: Brasil de Joelhos Postado: novembro 30, 2017 Em: Artigo, Recursos Comentários: 0

Este é o post 1 de 4 na série “macho e fêmea”  – Por Gary Brumbelow

  1. Tudo é binário… Especialmente os Humanos!
  2. Macho e Fêmea: A Beleza da Sexualidade Humana
  3. Homens e Mulheres, Marte e Vênus!
  4. Sexualidade Humana, Semelhante e Diferente

Levante a mão se você sabia que a palavra “binário” data de mais de 500 anos atrás! De acordo com o dicionário inglês universal de Oxford, o termo apareceu pela primeira vez em 1460. Por séculos, o adjetivo significou, “de, pertencente a, caracterizado por, ou composto de, dois.” Na música, uma medida binária é aquela que tem dois valores no compasso. Na Astronomia, um sistema binário tem dois sóis um dos quais gira em torno do outro ou ambos giram em torno de um centro comum. Na química, um composto binário tem dois elementos. Na sexualidade humana, o binário reflete a natureza complementar do sexo masculino e feminino.

Até onde eu saiba, ninguém está tentando mudar o uso do binário na música, astronomia ou na química. Quanto ao seu uso na sexualidade humana é uma história diferente. A Comunidade radical LGBTQ está pressionando forte para substituir a sexualidade binária por androginia (“sendo ambos, masculino e feminino”, Dictionary.com). Mas a sexualidade binária humana é uma manifestação da natureza complementar da criação.

Comparado ao binário, o seu oposto — não-binário — é relativamente recente com meros 70 anos de idade (de acordo com Dictionary.com). Sua utilização anterior tem a ver com a matemática; Hoje nós tendemos a associá-lo com o debate atual dos transgêneros. Como, por exemplo, um rapaz que conheço recentemente disse ao seu irmão: “Acho que não sou binário.” Esse garoto tem 12 anos de idade. Ele poderia ser um garoto-propaganda para a causa dos transgêneros.

Eu pensei nisso recentemente ao assistir a um breve vídeo de N.T. Wright, bispo anglicano de Durham. Wright tinha sido perguntado: “O que você acha que são os principais desafios para a Igreja e a mensagem cristã à luz da atual legislação [britânica] sobre a redefinição do casamento.” Em sua resposta, o bispo Wright faz uma referência quase improvisada ao padrão binário no design criativo de Deus.

“Os binários em Gênesis 1 são muito importantes”, diz ele, e prossegue a salientar que a história da criação começa com luz e trevas, vai para o céu e a terra, e termina com o homem e a mulher. “é tudo sobre Deus fazer pares complementares que são destinados a trabalhar juntos.”

Vários aspectos da criação são binários

Leia a narrativa da criação. Começa com um binário simples, “No princípio, Deus criou os céus e a terra. ” (Gn. 1:1) e fecha com o mesmo, ” Assim foram concluídos o Céu e a Terra, como todo o seu exército. (Gn. 2:1).

Este emparelhamento “céus e terra” mostra-se várias vezes na conta de criação:

  • E que sejam também luzeiros nos céus, para iluminar toda a terra! Gn. 1:15
  • Deus colocou todas essas luzes nos céus a fim de iluminarem toda a terra. Gn. 1:17
  • Deixe os pássaros voarem sobre a terra através da vastidão dos céus. Gn. 1:20
  • Assim foram concluídos o Céu e a Terra, como todo o seu exército. Gn. 2:1
  • Esta é a história do início da humanidade, no tempo em que o SENHOR Deus criou o Céu e a Terra. Gn. 2:4

Mas a Bíblia está apenas começando com o tema binário do céu e da terra. A ESV (Versão Padrão da Bíblia em Inglês) inclui mais 195 ocorrências após Gênesis 2. Aqui está uma amostra de dois por cento:

  • Inclinai vossos ouvidos, ó céus, e eu falarei; ouça, ó terra, as palavras da minha boca. Dt. 32:1
  • Ele é Deus acima nos céus e embaixo na terra. Js. 2:11
  • SENHOR, nosso soberano Deus, como é majestoso o teu Nome por toda a terra! Tu cuja glória é cantada acima dos céus. Sl. 8:1
  • Todavia, confiados em sua Promessa, esperamos novos céus e nova terra onde habita a justiça. 2 Pe. 3:13

Mas “céu e terra” são apenas um dos binários de Gênesis. Na verdade, a narrativa da criação menciona sete pares, culminando com a humanidade. Sete é o número da perfeição em Hebraico, logo temos ainda mais uma razão para ver as implicações para o casamento e a sexualidade humana. Deus fez:

  1. 1:1 – céu e terra
  2. 1:4 – luz e escuridão
  3. 1:5 – dia e noite
  4. 1:7 – águas acima e águas abaixo
  5. 1:10 – mar e terra seca
  6. 1:16 – a luz maior e menor luz
  7. 1:27 – homem e mulher

As notas que incluem apenas uma amostra de cada um destes pares estão disponíveis no site da matéria em inglês. Como indicado lá, a maioria destes temas binários são todos vistos através das Escrituras, alguns deles muitas vezes.

Binário por definição significa complementar

Quanto ao aspecto complementar deste projeto binário, aqui está algo à se pensar. Observe que os elementos em cada par derivam seu significado completo apenas por emparelhamento. O que a escuridão poderia significar antes de ser dissipada pela luz? Não havia céu, nem terra, até a separação que distinguiria cada um. “Dia” é um absurdo sem a sua companheira “noite”.

Tudo isso é especialmente significativo quando aplicado ao sétimo emparelhamento, homem e mulher. Wright salienta que a seqüência está apontando para o casamento (heterossexual) como o culminante. “É tudo sobre o sexo masculino e feminino.” Sete pares de realidades binárias terminando com masculino e feminino. Começando com os céus e a terra, Deus estava apontando para a natureza complementar do emparelhamento masculino-feminino.

Quando você olha para a humanidade através da lente da realidade você vê como é equivocado o conceito de um ser humano não-binário. A revelação geral da realidade física — a ordem criada — reflete a verdade de uma revelação especial — a Bíblia.

Por Gary Brumbelow
Diretor editorial da Aliança Discipulando as Nações

Fonte: http://darrowmillerandfriends.com/2017/11/09/everything-binary-especially-humans/

Trackback URL: http://brasildejoelhos.org/bj/tudo-e-binario-especialmente-os-humanos/trackback/