27set
Por: Brasil de Joelhos Postado: setembro 27, 2019 Em: festas bíblicas, focos de intercessão Comentários: 0

Festa das Trombetas (Yom Teruah)

Culturalmente o conceito de festa para nós brasileiros é profano. A base da profanação é a falsa alegria. É comum termos nas nossas festas, embriagues, prostituição, violência e como consequência, altos índices de acidentes e tragédias, é só olharmos os hospitais em dias de festas que tudo isso ficará constatado.

Ao contrário da cultura deste mundo, na Bíblia (Levítico 23), as festas são designadas pelo próprio Deus, ou seja, são sagradas e não profanas, tendo como finalidade a adoração e o culto.

Em todas elas vemos um apontamento para o Messias, na Páscoa (Pessach) Ele é o cordeiro pascal que tira o pecado do mundo, Nele está a nossa santificação e primeiros frutos (pães asmos e primícias); em Pentecostes (Shavuot) Ele é o poder de Deus por meio do espirito que nos capacita a sermos testemunhas; em Trombetas (Yom Teruah) é anunciado a Sua volta; em Expiação (Dia do Perdão – Yom Kippur) Ele é o nosso perdão e em Tabernáculos (Sucot) Ele habitará conosco para sempre.

Além de apontarem para o Messias, Yeshua (Jesus), as Festas bíblicas têm uma finalidade profética, sendo um tipo de ensaio geral, onde ano após ano se repetem até ao dia que se cumprirem. Um exemplo é Páscoa e Pentecostes que se cumpriram na crucificação e na descida do Espírito Santo.

Em Trombetas, não diferente das outras Santas Convocações, somos convocados pelo próprio Deus a observarmos atentamente todo significado profético implícito da Festa. Deus sempre utilizou das trombetas (shofar) para anunciar as paradas e partidas do povo de Israel enquanto peregrinavam pelo deserto, sendo assim, um instrumento que serve para marcar estações, convocar o povo e anunciar um novo tempo.

Segundo passagens bíblicas do novo testamento (1Ts 4:16-18; 1Co 15:51-52; Ap 11:19) podemos concluir que a Festa de Trombetas anuncia o Dia do SENHOR, convoca o povo ao arrependimento e nos prepara para o Dia do Perdão (Yom Kippur).

Neste ano, a festa iniciará às 18h do dia 29 de Setembro, sendo um dia propício para estarmos congregados com o Corpo de Cristo para nos atentarmos na necessidade da volta do SENHOR e também da nossa santificação como Noiva sem ruga e sem macula que espera ansiosamente pelo dia do casamento.

A cada dia que passa, o mundo tem se tornado cada vez pior, e diante desta triste realidade precisamos que o SENHOR venha e estabeleça de uma vez por todas o Seu Reino de Justiça sobre toda a Terra… Essa é a centralidade da festa. Maranata!

Clique aqui para baixar

Sugestão de pauta para inspirar os 10 dias de Temor (arrependimento) a nível de famílias, grupos caseiros, reuniões de oração e outros.

10 DIAS DE TEMOR
(Jó 31)

1. MENTIRAS, ENGANOS, HIPOCRISIA – “…Se eu menti ou enganei alguém,”

2. TODAS AS VEZES QUE NOS DESVIAMOS DOS CAMINHOS DO SENHOR – “ se andei fora do caminho de Deus,”

3. TODA FORMA DE DESEJO OU SEXO ILÍCITO – “… se meu coração desejou com intenções impuras o que meus olhos viram, se eu for culpado de algum pecado qualquer, desejo sexual é um fogo que arde dentro do homem e pode até destruir sua vida, acabar com suas riquezas e bens;” ”Se eu desejei em meu coração roubar a mulher de algum outro homem,”

4. FALTA DE INTEGRIDADE COMO EMPREGADOR OU EMPREGADO – “Se eu fui desonesto com meus empregados quando eles me faziam algum pedido,… “…que esperança teria eu quando Deus me chamasse para prestar contas? O que eu Lhe diria se Ele me perguntasse a respeito de meus empregados?”

5. DESONESTIDADE NOS NEGÓCIOS OU NO TRABALHO – “Se explorei os pobres, guardando o alimento para vender mais caro na época do preço alto, se fiz viúvas chorarem…” “…e se eu ganhei riquezas às custas dos órfãos por ser amigo das autoridades,”

6. FALTA DE COMPAIXÃO E MISERICÓRDIA –“Se comi até não poder mais enquanto os órfãos morriam de fome…” ”Se deixei alguém morrer de frio por falta de agasalho, se não dei coberta a quem não tinha dinheiro para comprar um cobertor…” “…se as portas da minha casa não se abriram para hospedar até mesmo os estrangeiros e desconhecidos.”

7. CONFIANÇA NAS RIQUEZAS – “Se eu coloquei minha esperança nas riquezas…” “Se me considerei seguro por ter muito dinheiro e por ter ficado muito rico…”,

8. TODA FORMA DE IDOLATRIA – “Se olhei para o sol brilhante ou para a lua bem clara num céu sem nuvens…” “… e me deixei enganar, adorando um ou outro, e jogando beijos com a mão para o céu…”

9. FALTA DE PERDÃO; DESEJAR O MAL AO PRÓXIMO; DESEJO DE VINGANÇA –“Se eu me alegrei ao ver meu inimigo sofrendo e passando por dificuldades, prometi vingança ou orei a Deus pedindo castigo a quem me odiava…”

10. ENCOBRIR PECADOS; NÃO CONFESSAR; CORAÇÃO ENDURECIDO –“Se eu fiz como Adão, tentando esconder de Deus os meus pecados, por ter medo de ser descoberto pelos vizinhos e ser desprezado pela sociedade, e assim não reconheci meu pecado, e não me desviei do caminho para ajudar outro…”

Por um Brasil rendido a Cristo!
Equipe Brasil de Joelhos.

Clique aqui para baixar

Trackback URL: http://brasildejoelhos.org/bj/yon-teruah-10-dias-para-o-yon-kippur/trackback/